Integrador de sistemas de automação é sinônimo de versatilidade

O que é integrador de sistemas?
É uma pessoa ou empresa especializada em reunir diferentes equipamentos, softwares, redes de comunicação, plataformas e subsistemas em um todo e garantir que estes funcionem juntos, uma prática conhecida como “integração de sistemas”.

Eles têm a responsabilidade de conectar todos os recursos para que estes funcionem de modo adequado a necessidade particular da indústria/fábrica/planta/processo/área/cliente em questão, independentemente do tipo de equipamento, software, fabricante, marca, família, modelo e da tecnologia empregada.

São atividades totalmente customizadas, que se moldam as necessidades em cada caso/trabalho, se adaptando aos recursos disponíveis para entregar as melhores soluções e fazer o sistema de automação funcionar de modo alinhado com os requerimentos e expectativas.

Atividades que se enquadram neste: projeto, preparação, desenvolvimento, testes individuais, testes integrados, testes de aceitação de funcionalidade (todos estes no escritório, em bancada) e instalações, configurações, testes de comunicação, testes ponto a ponto, comissionamento, start-up, acompanhamento, testes de aceitação em campo e treinamento (todos estes no cliente, na fábrica).

Base Automação é um ótimo exemplo de integrador de sistemas, no nosso caso especializada para a automação industrial.
A empresa e os nossos profissionais trabalham com equipamentos e softwares de várias famílias e tecnologias de vários fabricantes.

Porém, diferente de muitos integradores do mercado, atuamos em projetos e manutenção, ou seja, implementamos coisas novas como também resolvemos problemas em aplicações existentes, bem como implementação de melhorias em sistemas automatizados.

Nossa área de serviços atua com atendimentos por H/H agendados, emergenciais, contratos de manutenção, pacote de horas e pacotes fechados.

Por aqui, duas das principais ferramentas não podem falhar: o notebook e a cabeça do profissional. Ambos precisam ser “parrudos”, ambos literalmente precisam suportar rodar vários sistemas e comutar de um para o outro o mais dinamicamente possível e sem sequelas nem efeitos colaterais.

Haja memória RAM, HD, processador, etc….e haja cérebro, neurônio, etc.
Tecnologia na veia, nos chips e aonde mais precisar!

Aqui nossos profissionais são mais ou menos como na imagem. Você se identificou com algum destes personagens/perfis?
E você que nos conhece, identificou algum dos nossos pelas imagens?

Base Automação, soluções para automação industrial, com e sem emoção!

Deixe um comentário